Edição Nº 63 :: Dezembro 2016
Mensagem de fim de ano

Prontos para enfrentar 2017 com garra e determinação para superar as dificuldades e conduzir nossos interesses pessoais, familiares, comunitários e profissionais para situações melhores de paz, esperança e felicidade. O Conselho Deliberativo e a Diretoria Executiva do CBDB estendem, neste sentido, a todos os membros do CBDB os seus melhores votos para o novo ano e desejam que as festas de fim de ano sejam plenas de alegria e precursoras de melhores dias para todos.

Brasil Pinheiro Machado
Presidente do CBDB


Notícias Gerais

Acordo de Cooperação Técnica ANA x CBDB - Curso sobre segurança de barragens aborda Plano de Ação de Emergência

Entre 16 e 18 de novembro, a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Comitê Brasileiro de Barragens (CBDB) realizaram o Curso sobre Utilização do Guia de Orientação e Formulários dos Planos de Ação de Emergência (PAE) de Barragens: Manual do Empreendedor – Volume IV. O evento aconteceu na Sala de Treinamento da ANA, que fica no edifício da Agência no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Trecho 4, Lote 370, em Brasília.


PALAVRA DE CONSELHEIRO

Conselheiro Vitalício e Presidente Honorário do CBDB

Edilberto Maurer

De 1964 a 2016, o engenheiro civil Edilberto Maurer não parou de produzir. Nem mesmo depois de aposentado. Pelo contrário! Foi justamente neste período que ele passou a atuar como consultor e resolveu adquirir uma parte acionária da empresa Senergy – onde atualmente exerce o cargo de presidente.


PALAVRA DE CONSELHEIRO

De quem depende a segurança das barragens?

Gilson Luz

Como fui recentemente empossado no cargo de Conselheiro do CBDB, na difícil tarefa de substituir pelos sócios mantenedores o meu grande e ilustre amigo botafoguense como eu, o engenheiro Humberto Gama, confesso que nesses primeiros momentos procuro mais ouvir e aprender. Espero extrair dos conselheiros mais experientes os objetivos estratégicos e os compromissos da nossa entidade.


ENTREVISTA

Núcleo Regional do Rio de Janeiro

Os engenheiros Celso José Pires Filho, Leticia Costa Manna Leite, Isaac Benchimol, Maria do Carmo Reis Cavalcanti, Marco Antônio da Silva Ramidan e Ricardo Moreira Soares são os responsáveis pelo Núcleo Regional do Rio de Janeiro do Comitê Nacional de Barragens (CBDB). Nesta entrevista, os integrantes do NRRJ contam que estão apostando na participação das universidades para fomentar os debates sobre barragens e temas relacionados no estado.


Present Situation and Prospective of the Brazilian Dam Engineering, por Flavio Miguez de Mello

Brazil is a country with vast continuous and almost square territory, most of which lies in the south hemisphere. Since the country covers such an enormous area, 8.5 million square kilometers, there are different natural aspects such as rainfall pattern, water resources, climate, geology, relief and vegetation. The environment varies from the flood plains of the Amazon equatorial rain forest and the low and wetlands of the Pantanal to the highlands of the central part of the country, from the coastal mountain range in the southeast to the flat savannas in the south and midwest, ranging from a number of large wet regions to the vast arid northeast hinterland, with rivers like the Amazon with an average long term flow over 200 000 m³/s to intermittent rivers. In the arid steppes of the northeast the average specific surface flow can be as low as 3 l/s.km² while in the north the long term specific flow can be over 40 l/s.km². The oldest dam in operation in the country, Apipucos Dam, is a small earthfill embankment structure that dates back to the XVI Century. Presently there are over 1500 large dams (according to ICOLD definition) in operation and an enormous number of small dams all over the country.


Regulamentação e fiscalização sobre Segurança de Barragens ainda é um desafio no Brasil - Revista Fundações e Obras Geotécnicas

Para especialistas, os acidentes devem ser analisados e divulgados para gerar progressos nos procedimentos relativos à segurança de empreendimentos relevantes.
Por Gléssia Veras

Para o engenheiro civil, diretor regional do CBDB (Comitê Brasileiro de Barragens) na Bahia e professor-titular na UEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana), Carlos Henrique Medeiros, estas definições obrigam os profissionais a serem rigorosos na apuração das causas do acidente e na identificação de eventuais falhas que convergiram para o acidente. Ele diz que isso é extremamente relevante, considerando que na prática, as ações de segurança são disparadas na fase de operação e na eventualidade de detecção de uma situação de risco iminente. (...)

O engenheiro civil, professor associado da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), membro titular da ANE e membro do conselho deliberativo do CBDB, Alberto de Sampaio Ferraz Jardim Sayão, diz que em geral as rupturas em obras de engenharia não ocorrem sem avisos, contudo, o problema é que esses avisos muitas vezes não são percebidos a tempo, ou são simplesmente ignorados. Ele cita o exemplo clássico do desastre de Vajont, nos Alpes Dolomitas, na fronteira entre as províncias de Belluno e Udine, na Itália.


Workshop Riscos Naturais Associados a Empreendimentos de Grande Porte
CREA-MG

O Diretor de Comunicações do CBDB, Ricardo Aguiar Magalhães, participou do Workshop Riscos Naturais Associados a Empreendimentos de Grande Porte no CREA-MG em 11/05/2016, onde foram proferidas palestras sobre O conhecimento geográfico na identificação de riscos naturais, por Alceu Raposo, Mestre em Análise Ambiental e Geógrafo - Aprogeo-MG / Promon Meio Ambiente; Geotectônica e relação com sismicidade, por Fernando Flecha de Alkmim, Doutor em Ciências Naturais, Engenheiro Geólogo e Professor - Escola de Minas da UFOP; Ameaça sísmica no Brasil, por Marcelo Souza de Assumpção, Doutor em Sismologia e Físico - IAG-USP; O mapeamento e a gestão de riscos naturais, por Wilfred Brandt, Engenheiro de Minas - Promon Meio Ambiente; Os desafios da engenharia geotécnica face aos riscos naturais, por Terezinha Espósito, Doutora em Geotecnia, Engenheira Civil e Geotécnica – UFMG; Geoética, por Paulo de Tarso Amorim Castro, Doutor em Geologia - Escola de Minas da UFOP, seguidas pela Mesa redonda - O que fazer diante do cenário de riscos naturais existentes?, com Representantes do Crea-Minas, ABNT, SECTES/MG, IBRAM, MP e UFOP.


Editorial de Water "Power and Dam Construction" - 04/16

Qual é o segredo da construção exitosa nos projetos de barragens e hidroelétricas?

Notícias das Comissões Técnicas

CT11 - Corridas Detríticas

Estivemos envolvidos nos trabalhos de avaliação preliminar do texto denominado Manual de Manuseio de Corridas Detríticas como representante da CT-11 do CBDB. Este manual é um produto de cooperação entre JICA (Japanese International Cooperation Agency) e as autoridades brasileiras representadas pelo Ministério de Integração Nacional, Ministério das Cidades e outros. A experiencia japonesa de gerenciar as corridas detríticas, principalmente as rochosas é muito rica e vasta. No entanto a nossa preocupação foi de buscar adaptar a técnica nipônica para as corridas de menor concentração e viscosidade. Estas resultam da mobilização e remobilização dos tropicais solos residuais do nosso pais por chuvas intensas e prolongadas, e que resultam com maior frequência em corridas de lama embora neste caso as corridas rochosas não são excluídas mas são observadas com menor frequência. Os projetos pilotos são previstos de serem implantados em Nova Friburgo (RJ) e Teresópolis (RJ) e Blumenau (SC)que foram palcos recentes de eventos extremos extraordinários de grande monta de prejuízos materiais e humanos.

Dimitry Znamensky -Coordenador CT-11 / CBDB

Notícias dos Núcleos

Informativo CBDB-NRMG - Novembro/2016

- Palestra “PLANO DE AÇÃO EMERGENCIAL DE BARRAGENS: SISTEMAS DE ALERTA E TREINAMENTOS”.
- Seminários do CBDB em Belo Horizonte
- Governo contrata estudo sobre hidrelétricas
- Pagamento de anuidades atrasadas
- Outros Seminários e Cursos


NRRJ - Palestra - Lições Aprendidas com o Monitoramento do Desempenho e com a Avaliação da Segurança de Barragens

A palestra ministrada pelo Eng.º Jean Pierre Paul Rémy aconteceu no Clube de Engenharia, em 30/08/2016. Confira a apresentação clicando em Leia Mais.


NRRJ - Curso sobre Comportas
Professor Paulo Erbisti

CCBDB organizou turma de Curso sobre Comportas no Rio de Janeiro, ministrado pelo competente Professor Paulo Erbisti.


NRBA - Evento Técnico sobre Segurança de Barragens de Rejeitos

Contando com a Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA) como anfitriã - com o patrocínio da Academia Nacional de Engenharia (ANE), do Comitê Brasileiro de Barragens (CBDB), da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos (ABMS) e do Clube de Engenharia (CE) - foi realizado no dia 19 de julho, em Salvador, Bahia, mais uma edição do evento técnico sobre segurança de barragens de rejeitos.


NRP - Segurança de Barragem
é destaque em Curitiba

Aconteceu na última terça – feira (23), em Curitiba, o seminário ‘Plano de Ação de Emergência em Barragens (PAE) no Paraná – Interrelações entre Órgãos do Governo e Empreendedores’. O evento, que teve como objetivo orientar os profissionais das áreas de engenharia e construção, comunidade e órgãos responsáveis, contou com a presença do ex ministro de minas e energia (2002) e PhD em recursos hídricos, Francisco Gomide. “A prevenção é importante em todos os segmentos, em particular nas barragens. Quando acontece um acidente de avião, por exemplo, não se pede para parar de construí-los. O mesmo deve ocorrer com as barragens. Não podemos atrasar as obras de infraestrutura e sim trabalhar em ações preventivas, por isso é tão importante a participação de todas as entidades envolvidas como, defesa civil, prefeituras, etc.”, afirmou.


NRP - 1º Simpósio Paranaense de Patologia de Construções (SPPC)

De acordo com o professor José Lucas Sobral Marques, a negligência é fator determinante para o rompimento de barragens. “Nove em cada dez rompem por negligência ou falta de comunicação entre projetista, construtora e empreendedor”, alerta. O especialista destaca ainda que, por isso, é tão importante fazer a análise de risco do início ao fim do projeto de construção de uma barragem. “Neste tipo de obra, mais do que nunca, vale a máxima da construção civil: nenhum projeto está livre de risco, que podem ser gerenciados, minimizados, compartilhados, transferidos ou aceitos, mas jamais ignorados”. O engenheiro civil destaca que ao longo da vida útil de uma barragem existe um processo contínuo pela qual elas devem passar, e que envolve identificação de problemas, medição, monitoramento e comunicação. “Isso independe da tecnologia usada para a construção”, afirma. No caso das barragens com estrutura em concreto, esses cuidados devem ser ainda mais intensos. “As barragens de concreto se submetem a variáveis maiores, o que demanda mais cuidados. A começar por um rigoroso estudo topográfico e do solo, para ver se aquela geologia aceita concreto. Em seguida, a atenção deve se voltar para o projeto, o controle tecnológico do concreto e a qualificação da mão de obra”, destaca.

Notícias enviadas pelos sócios

Eventos CBDB
Clique nos links dos eventos
para obter mais informações

Agenda

Diretoria CBDB
Presidente
Brasil P. Machado
Vice-Presidente
Fabio De Gennaro Castro
Diretor Secretário
Luciano Nobre Varella
Diretor de Comunicações
Ricardo Aguiar Magalhães
Diretor Técnico
Carlos Henrique Medeiros

Conselho Deliberativo
Membros Eleitos
Alberto S. F. J. Sayão
Aurélio Alves de Vasconcelos
Brasil Pinheiro Machado
Carlos Henrique Medeiros
Cleber José de Carvalho
Denise Araújo Vieira Krüger
Dimilson Pinto Coelho
Fabio De Gennaro Castro
Gilson Machado da Luz
João Francisco A. Silveira
José Bernardino Botelho
Luciano Nobre Varella
Marcos Luiz Vasconcellos
Paulo Coreixas Junior
Rodrigo Junqueira Calixto
Ricardo Aguiar Magalhães
Teresa Cristina Fusaro
Walton Pacelli de Andrade
Membros Vitalícios
Cássio Baumgratz Viotti
Edilberto Maurer
Erton Carvalho
Flavio Miguez de Mello

Comissão Fiscal
Alberto Jorge T. Cavalcanti
Étore Funchal de Faria
Fernanda Otto Springer
Paula Luciana Divino

Comissões Técnicas



Nacionais
Barragens de Concreto
José Marques Filho
Barragens de Enrocamento
com Face de Concreto
Bayardo Materon
Barragens de Rejeitos
Joaquim Pimenta de Ávila
Barragens de Terra e Enrocamento
Ricardo Aguiar Magalhães
Condicionantes Regulatórios
à Realização de Barragens
e Reservatórios
Raymundo Garrido
Barragens de Enrocamento
com Face de Concreto
Bayardo Materon
Formas de Contratação de Serviços
de Engenharia e Construção
Ricardo Hey Andrzejewski
Hidráulica em Barragens
Brasil P. Machado
Impacto Ambiental de
Barragens e Reservatórios
Sandra Elisa Favorito Raimo
Obras de Proteção e Contenção
de Fluxo de Detritos
Dimitry Znamensky
Pesquisa, Desenvolvimento
e Inovação Técnica
Suspensa
Registro de Barragens
Sérgio C. Pimenta
Segurança de Barragens
Carlos Henrique Medeiros
Usos Múltiplos de Reservatórios
Fabio De Gennaro Castro

Comitês Técnicos



Internacionais
Concrete for Dams
José Marques Filho
Dam Safety
Carlos Henrique Medeiros
Hydraulics for Dams
Brasil Pinheiro Machado
Embankment Dams
Cássio Baumgratz Viotti
Public Awareness and Education
Miguel Z. Sória
Prospective and New
Challenges for Dams
Flavio Miguez de Mello
Public Safety Around Dams
Ricardo Aguiar Magalhães
River Basin Management
Erton Carvalho
Tailing Dams and Waste Lagoons
Joaquim Pimenta de Ávila
The World Register of Dams
and Documentation
Sérgio C. Pimenta
Integrated Operation of Hydropower
Stations and Reservoirs
Luciano Nobre Varella
Multipurpose Water Storage
Fábio De Gennaro Castro

Núcleos Regionais
NRBA - Bahia
Diretor Regional
Roberto Facchinetti
Vice-Diretor Regional
Carlos Henrique Medeiros
Diretor Técnico
José Mário Miranda
Diretora Secretária
Maria da Graça Maia Lopes
Diretor de Comunic. Regional
Jorge Luís Rocha de Amorim

NRCE - Ceará
Diretora Regional
Ana Teresa de Sousa Ponte
Secretária
Lucrecia Nogueira de Sousa
Tesoureira
Vanda Tereza Costa Malveira

NRGO/DF - Goiás/Dist. Federal
Diretor Regional
Álvaro Araújo
Vice-Diretor Regional
Gilson Gitirana Jr.
Diretor de Comunicação
Antonival Lima Albuquerque
Secretário Executivo
Joviano Miguel Fonseca

NRMG - Minas Gerais
Diretora Regional
Teresa Cristina Fusaro
Vice-Diretor Regional
Cléber José de Carvalho
Diretor Técnico Regional
Carlos Barreira Martinez
Diretor de Comunic. Regional
Aloyso Portugal Maia Saliba
Secretário Regional
Rodrigo de Melo

NRPR - Paraná
Diretor Regional
Carlos Infante
Secretária
Silvia Frazão Matos
Tesoureiro
Marcos Alberto Soares

NRPE - Pernambuco
Diretor Geral
Aurélio Alves de Vasconcelos
Vice-Diretor Geral
Adilton Castello Branco
Diretor Secretário
José Aquino de Souza
Diretor Tesoureiro
Alberto Jorge Cavalcanti

NRRJ - Rio de Janeiro
Diretor Regional
Celso Jose Pires Filho
Vice Diretor Regional
Leticia Costa Manna Leite
Diretor Técnico/Tesoureiro
Isaac Benchimol
Secretário
Maria do Carmo Cavalcanti
Adjuntos
Marco Antonio Ramidan
Ricardo Moreira Soares

NRRS - Rio Grande do Sul
Diretora
Lúcia Miranda
Vice-Diretor
Marcelo Giulian Marques
Tesoureiro
Rafael André Wiest
Secretário
Roberto Arsego Zuch

NRSC - Santa Catarina
Diretor Regional
Sérgio Corrêa Pimenta
Vice Diretor Regional
Joao Raphael Leal
Diretor Técnico
Rafael Fernandes Pereira
Secretário
Francisco Carlos dos Santos

NRSP - São Paulo
Diretor Regional
Fabio Luiz Ramos de Abreu
Vice-Diretor Regional
Luciano Teixeira Mendes
Secretário
Ronaldo Rocha
Tesoureiro
Paulo Victor Braun

Apoio Logístico e



Operacional do CBDB
Superintendente
Pedro Paulo Sayão Barreto
Gerente de Eventos
Rita Marques Pitta
Secretária
Marise Marinho
Administrativo
Marcos Paulo Trindade
Vitor Codeço


www.cbdb.org.br cbdb@cbdb.org.br 55 21 2528.5320

Caso não deseje mais receber estas mensagens, entre em contato com o CBDB.
Powered by Dub Projetos Visuais